Buscar
  • marcioasilv3

5 ferramentas de marketing digital para dentistas


Marketing digital para dentistas
Marketing digital para dentistas

O marketing digital na odontologia é um conjunto de técnicas, ferramentas e canais que tem tido cada vez mais adesão por parte da odontologia.


Você sabe, no concorrido mercado de odontologia atual, não basta ser um excelente dentista, ter equipamentos de ponta e uma excelente infraestrutura. É preciso que todos os potenciais clientes saibam que sua clínica existe e seus diferenciais competitivos.


É exatamente para dar visibilidade para sua clínica, para atrair mais pacientes que tenham fit com sua proposta de trabalho que o marketing digital existe.


O marketing digital na odontologia tem a função de dar visibilidade, de atrair mais pacientes e de ajudar na retenção dos seus atuais pacientes.


Veja abaixo 5 ferramentas de marketing digital para dentistas que você deve utilizar (algumas ou todas elas) na sua clínica odontológica:


Campanhas de links patrocinados no Google Adwords


Os links patrocinados são anúncios que você faz no Google divulgando os serviços da sua clínica odontológica.


Ele se baseia em um sistema de leilão em tempo real. Basicamente, você escolhe um ou mais termos, também chamados de palavras-chave, como "ortodontia em São paulo", por exemplo, e toda vez que alguém digitar esses termos no Google, seu anúncio será exibido em resposta a essa pesquisa.


Claro, existem muitos detalhes que fazem uma campanha de links patrocinados no Google Ads trazer ou não pacientes para sua clínica. Esses detalhes fogem do escopo desse breve artigo, mas por hora, o que você precisa saber é que o Google Ads tem vários filtros para segmentar o público-alvo dos seus anúncios, o que os torna muito efetivos.


Além disso, quando você utiliza o Google Ads para divulgar sua clínica de odontologia, acaba atraindo aqueles pacientes que já estão mais perto do momento de contratar um dentista.


Abrir uma conta no Google Ads e começar a anunciar os serviços da sua clínica é um trabalho relativamente simples. Mas, não se engane! A diferença entre a facilidade de uso da ferramenta e a sua efetividade são os anos e anos de experiência de um bom analista de mídias e performance.


Não acredite que o Google Ads sozinho vai te trazer pacientes. É preciso muito trabalho de pesquisa, conhecer o perfil do seu paciente ideal e a criação de anúncios com textos (copy) muito bem elaborados.



02 - Campanhas de links patrocinados no Facebook Ads


Olha, todo mundo está nas redes sociais, certo? Bem, pode ser um exagero essa afirmação, mas é fato que milhões de brasileiros navegam diariamente nas redes sociais, sendo as principais no Brasil (no momento desse artigo), o Facebook e o Instagram.


Mas, você dentista precisa entender que redes sociais são um canal de relacionamento. Ok, ok, muitas empresas estão utilizando esse canal de relacionamento para fazer vendas, mas é um contexto um pouco diferente de quem vende um serviço.


Ainda assim, as pessoas são sensíveis a boas ofertas e a oportunidades. Nossa recomendação, se você deseja usar o Facebook e o Instagram para atrair e captar pacientes é que lance mão do recurso de campanhas de links patrocinados nessas plataformas.


O que é legal nesse tipo de ação é a quantidade de recursos que a ferramenta disponibiliza para que suas campanhas de divulgação da sua clínica seja direcionadas para pacientes com alto poder de conversão.


É que diferentemente do Google Ads onde a segmentação do público é mais geográfica, nas redes sociais é possível além da demografia (Idade, sexo, etc.) captar também dados psicográficos, ou seja, o que as pessoas gostam e pelo que se interessam.


Esses filtros permitem fazer anúncios muito direcionados, e quanto mais direcionados os anúncios mais efetivos eles são.


Veja, por exemplo, se o público da sua clínica é formado por mulheres que buscam tratamentos estéticos como aqueles baseados em ácido hialurônico e fios faciais, é possível criar anúncios com públicos muito segmentados, atingindo exatamente mulheres que estão na rede e que seguem certos perfis ou contas direcionados para esse campo de interesse.


Novamente, esse tipo de ferramenta precisa de 3 partes bem integradas e bem feitas para atrair pacientes: 01 - Uma boa segmentação do público-alvo, artes (criativos) que despertem a atenção, bem como, um copy (texto) dos anúncios que ative o interesse da pessoa em clicar e ir para seu site ou landing page de destino.


03 - Conteúdo


Conteúdo é rei. Essa frase já virou um clichê no mundo da internet, mas continua sendo verdadeiro.


Entenda, a grande maioria das pessoas que está buscando por um serviço ou produto na internet, ainda não está pronta para comprar.


Hoje, com o acesso à informação nas pontas dos dedos, fica muito mais fácil para um consumidor aprender sobre qualquer tipo de coisa.


Todos nós passamos por fases ou etapas até chegar o momento de compra. Essas etapas envolvem a conscientização de um problema, o aprendizado e a descoberta, a consideração de soluções e a decisão final de compra.


Isso acontece na odontologia também. Muitas vezes uma pessoa nem sabe que tem um problema dentário, mas ao ler um artigo ou ver um vídeo acaba tomando consciência de que o não tratamento precoce pode leva-ló a ter problemas futuros. Ela passa então a considerar formas de solucionar esse problema, até o momento em que de fato marca uma consulta com um profissional especialista.


Perceba, que entre o começo desse ciclo até o seu encerramento podem passar desde dias até mesmo meses (ou anos).


E onde o conteúdo entra nisso? É que o conteúdo, seja ele em vídeo, artigos, textos em geral, são ferramentas que vão esclarecendo, educando e preparando os pacientes para comprar no futuro.


Um bom conteúdo é aquele que modifica a percepção inicial de um paciente, acrescenta informações, entretenha e eduque seus potenciais pacientes.


Além do tudo isso, o conteúdo tem outra função: Posicionar você e sua clinica como uma autoridade em determinado tema.


Ter um canal no Youtube com vídeos educativos sobre os diversos tipos de doenças bucais e suas formas de tratamento, ou um blog atualizado permanentemente com as últimas novidades da estética dental são ótimas ferramentas para divulgar sua clínica odontológica e atrair mais pacientes.


04 - Campanhas de email marketing


O email está morto, certo? Errado! Nunca esteve tão vivo. Praticamente todo mundo que trabalha em uma empresa tem e acessa um email corporativo diariamente.


Nunca acredite que porque você não usa determinado canal, ele não deve ser usado por mais ninguém.


Mas, aqui um parêntesis: Não use o email marketing para vender. Use para educar, para nutrir relacionamentos, para ser útil.


E aliás, muito importante: Não compre listas de emails, não mande cold mails, ou seja, o famoso SPAM, para ver se pegar.


O email marketing funciona sim, mas com uma lista própria de clientes, com uma boa cadência de emails, com informações relevantes para cada público e com expectativas acertadas.