Buscar
  • marcioasilv3

Como calcular o ponto de equilíbrio financeiro da sua clinica - passo a passo com exemplo

Atualizado: Out 13



Saber o ponto de equilíbrio financeiro na sua clinica é fundamental.


Quantas unidades ou tratamentos você precisa vender em um mês para cobrir seus custos fixos e variáveis? Você sabe?


Esse artigo se aplica a qualquer tipo de profissional da área de saúde que venda procedimentos, cirurgias, consultas, etc.


Vamos usar exemplos da área de odontologia aqui, mas basta abstrair para o seu segmento de atuação.


Não se calcula o ponto de equilíbrio multiplicando seus gastos fixos mensais por um número de dias ou meses. Isso é completamente errado e vai te induzir a erros fatais.


Nesse artigo vamos explicar passo a passo como calcular o ponto de equilíbrio monetário da sua clinica com um exemplo simples e objetivo.



O que é ponto de equilíbrio financeiro?


Ponto de Equilíbrio: É o valor total em dinheiro que sua clinica precisa faturar em um mês para "ficar no zero a zero", ou seja, não ter lucro nem prejuízo.



COMO CALCULAR O PONTO DE EQUILÍBRIO DA MINHA CLINICA?


Fórmula do Ponto de Equilíbrio:


Ponto de Equilíbrio = Custo Fixo Total / Margem de Contribuição


Vamos usar como exemplo uma clinica que tem um custo fixo mensal (água, luz, telefone, aluguel, contador, funcionários etc) de R$ 10.000,00 .


Para calcular o ponto de equilíbrio primeiro precisamos conhecer a margem de contribuição unitária de cada serviço que você vende na sua clinica.


Margem de contribuição é o valor que "sobra" de uma venda retirando os seus custos diretos. A sua fórmula é bem simples:


Margem de contribuição = Preço de Venda unitário - Custo variável unitário


Pense em custo variável unitário como tudo aquilo que você utiliza diretamente na execução do seu tratamento. Isso envolve o material direto, a mão de obra dos profissionais envolvidos, custos de laboratório, etc.


Imagine uma clinica hipotética que tenha um custo fixo mensal de R$ 10.000,00 e só faça procedimentos de profilaxia (eu sei, você faz 50 procedimentos na sua clinica, mas calma...), com um preço de venda de R$ 300,00 por cada profilaxia executada:


Clínica XYZ

Serviço: Profilaxia

Preço de Venda Unitário: R$ 300,00

Custo Unitário da Profilaxia Para Sua Clinica: R$ 100,00

Custo Fixo da Clinica Por Mês: R$ 10.000,00


Como chegamos ao ponto de equilíbrio dessa clinica hipotética? Fácil, faça as duas contas abaixo na sequência:



Passo 01 - Calcular a margem de contribuição unitária de cada tratamento de profilaxia vendido:


Margem de contribuição Unitária = Preço de venda unitário - Custo Variável Unitário


No nosso exemplo:


Margem de contribuição = R$ 300,00 - R$ 100,00 = R$ 200,00


Isso Significa, na prática, que um procedimento de profilaxia vendido nessa clínica por R$ 300,00 "deixa" uma margem de contribuição unitária para pagar os custos fixos e variáveis da clinica de R$ 200,00.


Preste atenção esse valor que "sobra" de cada procedimento não é lucro ainda. É uma margem de contribuição, ou seja, uma fatia do valor do procedimento vendido que vai ser usado para pagar as contas fixas e variáveis da sua clinica.




Passo 02 - Calcular o ponto de equilíbrio quantitativo e o ponto de equilíbrio monetário, ou seja a quantidade de procedimentos e o valor financeiro que você precisa realizar em um período (Ex: Mensal) para cobrir os custos fixos e variáveis da clinica no período avaliado:


Lembra da fórmula do ponto de equilíbrio? Pois é, a primeira parte que é conhecer a margem de contribuição unitária você já calculou no passo anterior. Agora é aplicar na formula.


Ponto de Equilíbrio = Custo fixo total / Margem de contribuição


No nosso exemplo:


Ponto de Equilíbrio Quantitativo = R$ 10.000,00 / R$ 200,00 = 50 Unidades.

Ponto de Equilíbrio Financeiro = Qtd. Unidades X Preço de Venda

Ponto de Equilíbrio Financeiro = 50 X R$ 300,00 = R$ 15.000,00


Ou seja, para cobrir seus custos fixos e variáveis é preciso vender 50 profilaxias a um preço de R$ 300,00, com margem de lucro de R$ 200,00 em um mês para atingir o ponto de equilíbrio financeiro = 50 x R$ 300,00 = R$ 15.000,00.


Tudo certo até aqui? Então vamos complicar um pouquinho a mais...



Você pode estar se perguntando: Mas e seu eu tiver 5, 10, 30 procedimentos diferentes na minha clinica. Como eu faço para saber o ponto de equilíbrio?


Nesse caso você vai ter que descobrir a margem de contribuição unitária de cada um dos serviços. Vamos trabalhar com 3 procedimentos aqui somente como exemplo:


Procedimento: Implante Dentário = Preço de Venda (R$ 3.000,00) - Custo Variável Unitário (R$ 1.800,00) = R$ 1.200,00 de margem de contribuição unitária a cada procedimento de implante


Procedimento Manutenção Ortodôntica = Preço de venda (R$ 120,00) - Custo Variável Unitário (R$ 40,00) = R$ 80,00 de margem de contribuição unitária a cada manutenção realizada


Procedimento Profilaxia = Preço de venda (R$ 300,00) - custo variável unitário (R$ 100,00) = R$ 200,00 de margem de contribuição unitária a cada profilaxia realizada


Faça essa conta de cálculo da margem de contribuição unitária para todos os seus procedimentos. Depois disso aplique a fórmula de ponto de equilíbrio financeiro quantitativo e monetário para saber quantos procedimentos precisa vender e qual o valor financeiro necessário para cobrir seus custos fixos e variáveis em um período.