Buscar
  • marcioasilv3

Estratégia para captar pacientes pelas redes sociais

Atualizado: 18 de Set de 2020


Como captar pacientes pelas redes sociais
Como captar pacientes pelas redes sociais


Será que é possível captar pacientes pelas redes sociais para clínicas médicas e odontológicas? A resposta: Claro que sim!


Mas, para atrair, converter e relacionar com pacientes via redes sociais é preciso ter uma estratégia.


E é aqui que 99,9% das empresas do setor de saúde falham. A grande maioria não possui uma estratégia para captar pacientes nas redes sociais.


Tudo que fazem se resume a postar conteúdo gratuito nas redes. Não passam da chamada gestão de redes sociais.


Acontece que o bom conteúdo é somente a ponta visível de uma estratégia de captação de pacientes nas redes sociais.


Para de fato ter conversão de pacientes vindos das redes sociais é preciso ir além do bom conteúdo.


Nesse artigo vamos passar uma estratégia de captação de pacientes nas redes sociais que realmente funciona, desde que bem implementada e compreendida. Fique conosco!


Como atrair pacientes pelas redes sociais


Para atrair pacientes pelas redes sociais é preciso desenvolver a seguinte estratégia:


01 - Defina sua Buyer Persona


O Buyer Persona é uma definição do perfil do seu paciente típico.


Aqui começa um dos equívocos dos gestores de clínicas. Eles querem captar todo tipo de paciente pelas redes sociais.


Com a falta de foco acabam falando para todos e para ninguém ao mesmo tempo. É difícil criar uma mensagem impactante se o seu alvo não esta claro.


Perceba, o Buyer Persona é uma representação de um cliente real, de alguém que tem interesse, autoridade e capacidade para contratar os seus serviços.


Em uma clínica odontológica, por exemplo, pode haver um buyer persona típico de ortodontia, outro de implantes e um terceiro de procedimentos estéticos de harmonização orofacial.


Você tem que definir as características psicográficas e demográficas de cada uma dessas personas.


Você pode sim captar pacientes de dois ou três perfis diferentes, mas é preciso ter campanhas separadas para cada um deles.


02 - A oferta tem que ser relevante


Acredite, você pode até definir corretamente quem é sua buyer persona, mas se não tiver algo que seja relevante para ela, nada vai acontecer.


Você precisa entender quais as dores e motivações da sua buyer persona e, a partir daí, descobrir que tipo de conteúdo (aúdio, vídeo, texto, etc.) chamaria sua atenção.


Para ficar em um exemplo prático. Temos um cliente, uma clínica de geriatria que detectou que existe uma grande preocupação das população com relação ao envelhecimento saudável.


A partir dessa percepção, identificamos que existe um grande volume de pessoas buscando por informações sobre envelhecimento saudável na internet.


Foram criados uma sequência de vídeos que explicava os problemas, as causas e os tratamentos disponíveis para melhorar a qualidade de vida na terceira idade.


Esses vídeos foram a isca, ou guia da estratégia para atrair pacientes pelas redes sociais. Eles foram publicados nas redes sociais (Instagram e Youtube) e impulsionados para alcançar uma quantidade maior de pessoas com o perfil da buyer persona dessa clínica.


03 - A primeira venda não é uma consulta


Um grande erro que a grande maioria dos profissionais de saúde cometem é acreditar que dá para captar pacientes nas redes sociais diretamente. Não dá, pelo menos não em escala.


Menos de 1% das pessoas que são impactadas pela sua campanha de captação de pacientes nas redes sociais está pronta para marcar um consulta de imediato.


A grande maioria não estava nem ciente que tinha um problema específico e que precisa dos seus serviços.


Entenda, a primeira venda na estratégia de captação de pacientes nas redes sociais é conseguir os dados de contato de um potencial paciente, especialmente seu nome, telefone e e-mail.


04 - Relacionamento primeiro, conversão depois


Antes de tentar que seu paciente marque uma avaliação na sua clínica, você precisa passar por 3 fases bem distintas:


01 - O paciente precisa conhecer você;

02 - O paciente precisa confiar em você;

03 - Você e o paciente precisam se relacionar.


É um erro grotesco de marketing na odontologia e marketing na medicina acreditar que para captar pacientes nas redes sociais, basta fazer um belo anúncio, impulsiona-ló e aguardar as ligações e consultas chegarem. NÃO VAI ACONTECER!


Os serviços de saúde são serviços especializados e esse tipo de serviço não é uma compra comparada.


As pessoas vão entrar no seu site, vão ver suas redes sociais e vão comparar o que você faz com outros concorrentes do seu mercado.


Por isso, é fundamental fazer uma venda antes da venda, ou seja, antes de conseguir que um paciente agende uma consulta, você precisa conseguir com que o paciente conheça você, confie em você e que vocês tenham um relacionamento.


Movendo a sua buyer persona até a conversão


O objetivo de capturar o email e telefone do seu potencial paciente é para que vocês criem um relacionamento.


Esse relacionamento pode ser feito via conteúdos específicos que endereçam as dores e motivações do seu bu