Buscar
  • marcioasilv3

O que fazer para manter sua clínica viva depois da pandemia do coronavírus passar

É hora de uma revisão na sua clínica
É hora de uma revisão na sua clínica

Todos nós estamos nesse momento (Março de 2020) sofrendo diretamente os efeitos da pandemia do coronavírus.


É certo que a crise é séria e que todos devemos nos cuidar. Mas também é certo que ela um dia, ainda incerto, vai acabar e nesse momento a pergunta que fica é: sua clínica vai estar de pé?


Imagine que tenhamos que ficar em quarentena, sem abrir as portas dos nossos empreendimentos por 1, 2 ou até mais meses. Sua clínica vai resistir?

É exatamente em momentos de crise que as empresas mais preparadas demonstram a importância de buscarem o preparo através de uma boa gestão administrativa e financeira.


Se sua empresa é cliente da Senior Gestão e Marketing, com certeza já sabe o que fazer nesse momento e já vem se preparando de forma profissional, consolidando uma gestão de ponta na sua clínica.


Para todos os empresários da área de saúde que precisam de orientação sobre como proceder nesse momento de crise e que estão meio perdidos sobre o que fazer, vamos passar abaixo alguns itens que você deve revisar nesse momento. Siga conosco!


01 - Revise o seu fluxo de caixa


Nós sempre frisamos que ter o controle do fluxo de caixa projetado, ou seja, saber todas as contas a pagar e a receber nos próximos 12 meses no mínimo é fundamental.


Muitos empresários que não tem esses dados estão cometendo erros gravíssimos de gestão nesse momento de crise.


Seguindo o efeito manada eles simplesmente estão cortando tudo que vem pela frente. Não é assim que se faz.


A demanda não deixou de existir, ela simplesmente está reprimida. O corte de gastos é fundamental, mas você precisa entender primeiro o que é um gasto.


Entenda que existem gastos e despesas em todas as companhias. Um imposto é uma despesa, pois ela se soma ao custo total de prestação de serviços.


Um funcionário de apoio como uma ASB em uma clínica odontológica também é uma despesa, assim como sua secretária.


A grande diferença entre gastos e despesas é que algumas despesas contribuem para a geração de fluxo de caixa, direta ou indiretamente na sua clínica. É o caso da ASB que aumenta a sua produtividade, portanto diminuindo os gastos desnecessários e contribuindo para a criação de receitas.


É o caso também dos investimentos em marketing e gestão administrativa que se bem realizados atraem, convertem e fidelizam pacientes.


Nesse momento, você precisa separar todas as despesas, dividindo-as em estratégias e não estratégias, cortando ou eliminando aqueles que direta ou indiretamente não contribuem para a geração de caixa.